Posts com Tag ‘AMAMENTAÇÃO PROLONGADA’

Minha filha tem 1 ano e adora mamar. Até quando devo amamentar?

20 \20e março, 2006

Olá,

meu nome é Cristina e adorei ter conhecido este site. Bem eu tenho uma filha que completo 01 aninho no dia 30/09/2003 e amamento ela com o maior prazer até hoje. As mamadas diminuiram por causa da minha voilta ao trabalho mas, quando estou em casa o que “nós” mais gostamos de fazer é mamar.

Bem a minha filha adora o “tetê” dela ás vezes parece que não tem nada mais quando olho na boquinha dela e vejo leite fico muito feliz. Eu amo amamentar a minha filha mas, muitas pessoas falam que já está na hora de parar porque a vitamina que ela tinha que retirar do leite já foi retirada e que agora o leite não tem mais as vitaminas dde que ela precisa. Gostaria de saber se isso é verdade e até que ano é aconselhável amamentar.

Obrigada

Cristina

Cristina

Há recomendações da Organização Mundial de Saúde que se amamente até dois anos ou MAIS!!! E isto de que acabaram as propriedades do leite é balela, quem me garante que a vaca tem propriedades leiteiras maiores que nós? E bebemos o leite dela !!!! Abraços e boa a amamentção e prolongado desmame para vocês!!!

Maria Lúcia
Amigas do Peito

Meu filho de 2 anos ficou doente. Meu leite pode secar?

20 \20e março, 2006

Tenho um filho que acabou de completar dois anos e o amamento desde que nasceu. Nunca dei chupeta ou mamadeira. Ele adora mamar, mama várias vezes ao dia, e eu pessoalmente adoro amamentar. Minha pediatra recomendou o desmame e eu não tive coragem de desmamar. Mas há dois dias meu filho contraiu uma virose e lhe causou aftas na boca e ele tentou mamar e foi muito doloroso para ele. Ele parou e toda vez que tenta tem até medo de encostar a boca no seio. Tem vontade mas não consegue. Tenho medo do meu leite secar ou até dele não querer mamar mais. Mas ele não toma outro tipo de leite e eu não queria que ele tivesse um desmame traumático. Gostaria de amamentá-lo, mas estou com problemas pois ele acorda durante a noite para mamar e, como não consegue, fica muito nervoso. Por favor, me digam o que fazer!

A.

Cara A.,

O que você pode fazer, é o que todas nós já fizemos ou faremos um dia… ter calma, paciência e confiar que as coisas se acalmarão. Cada criança é uma e como vai fazer quando acabarem as aftas… sabe Deus.

Normalmente eles voltam ao que era antes, mas nada na vida é garantido. Que seu leite pode diminuir, não há dúvidas, mas que ele volta assim que a criança voltar a mamar é certo.

Esperamos que as melhoras sejam rápidas e que você não fique muito cansada neste período que é barra… Mas as doencinhas de criança estão apenas começando! Depois há as gripes, as cataporas, rubéolas etc. E tudo é um sofrimento para nós, que não desejamos ver a cria sofrer…

Mais tarde são os términos de namoro os choros das madrugadas e… sofremos junto também. Bom, agora acredito mesmo que “faz parte” da maternidade esta alegoria que vem junto…

Abraços,

Maria Lúcia
Amigas do Peito

É verdade que depois de um ano o leite materno não é mais nutritivo?

20 \20e março, 2006

Alguém chegou a ver a reportagem da última revista Crescer, “Bebezões que Mamam”? O artigo condena a amamentação após o primeiro ano de vida, dizendo que tira a autonomia do bebê e que não há nenhuma vantagem nutricional. Que a OMS só recomenda porque assim se evita o risco de contaminação por baixa higiene nos países subdesenvolvidos.

Fiquei chocada, porque meu filho de 1 ano e 4 meses ainda mama no peito. Ele come normalmente, mas no café da manhã e às 5 da tarde ele mama. É verdade que a amamentação nessa idade não agrega nada? Estou enfrentando tantas críticas e preconceitos para continuar amamentando pois achava que realmente havia benefícios…

Alguém sabe me dizer?

Abraços,

A.

Cara A.,

Nós não concordamos com este posicionamento. Até onde se saiba, as substâncias nutritivas do leite não desaparecem após o primeiro ano. Inclusive, as amas de leite de outros tempos, muitas vezes mantinham a amamentação initerrupta por dois ou mais filhos das patroas. A preferência era realmente que tivessem filhos da mesma idade mas… Bem, hoje mesmo recebi um depoimento que contraria esta postura: Uma amiga cujo filho tem 1 ano e meio e amamenta duas a três vezes ao dia normalmente, passou a amamená-lo exclusivamente por uma semana por causa de uma doença com muita febre e outros sintomas infecciosos. O que aconteceu é que ele não emagreceu NADA. Um leite sem valor nutritivo, durante uma doença, sem outros alimentos (nem água), manteria o peso da criança? O bom senso diz: claro que não! Cabe a nós estar contando as maravilhas da amamentação para todos, e defendendo a amamentação dos seus detratores a cada passo!!!

Vamos lá!

Maria Lúcia
Amigas do Peito

Amamentar até um ano pode dar cárie ou tornar o bebê dependente?

20 \20e março, 2006

Oi Amigas do Peito!!

Estou muito feliz de descobrir esse site! : )

Tenho um filhinho de 9 meses e estou de volta à faculdade e aos compromissos e estou meio confusa com relacao a amamentação. Ele dorme no peito e como o berço fica grudado na cama ele praticamente mama a noite toda!

Pretendo amamentar até 1 ano. Gostaria de saber até quando a amamentação é necessaria? Devo acrescentar outro leite no período que estou fora? Minha pediatra ainda fala da cárie de leite, mas eu e meu irmão mamamos até 2 anos e não tivemos cárie.

Me preocupo também com a questão psicológica. Será que com 1 ano ele nao estará “viciado” no peito e ficará mais difícil para desmamar? Ou será que ele com mais idade irá entender melhor? E a dependência do peito, torna uma pessoa insegura? Como desmamar sem chocar?

Penso que pra mim vai ser difícil, já que ele fica com meus pais e está um grude. O peito se torna uma forma de manter esse laço especial entre nós.

Por favor, mandem-me algum esclarecimento, sugestão… Em breve estarei mais proxima de vocês.

M.

Cara M.,

Que bom que você amamenta! E que bom que pretende manter a amamentação por mais tempo! Sabemos da importância do desmame gradativo a partir do sexto mês de vida, e mantido até dois anos ou mais. Se a criança for amamentada ela não precisa de outro leite a não ser do peito. Aliás, o único animal mamífero que oferece outro leite para os filhotes é o ser humano!!!

Quanto à cárie, leite de peito não dá cárie. O leite de peito contém açúcar especial que não alimenta os estreptococus mutans que são os diabinhos da cárie!!!!

Amiga, o que torna uma pessoa insegura, traz traumas para o desmame, etc., não é o peito, mas a relação ente os pais, principalmente entre a mãe e a criança. Por experiência própria sei que mesmo que se amamente prolongadamente pode-se ter um filho independente e seguro. Pelo menos 2 dos meus cinco filhos mamaram mais de 2 anos sem problemas nem na época nem atualmente e já estão com mais de 18 anos…

Um grande abraço,

Maria Lúcia
Amigas do Peito

Existe alguma idade certa para parar de amamentar?

20 \20e março, 2006

Amigas,

Não há sensação melhor, não há sentimento maior…amamentar é indescritível.

Infelizmente nosso país, embora tenha suas “bases” indígenas, não tem tradição em incentivar a amamentação. Hoje meu filho ainda não tem nem nove meses e estou sendo pressionada por todos que me cercam:”…ele AINDA mama?”,”…tu vais amamentar até quando hein, menina?”, “…quem vai sofrer é ele depois com essa dependência…”. Esses são os comentários mais sutis que escuto por ter decidido amamentar meu filho até quando ele tiver vontade…pode?

Gostaria de saber se existe uma idade limite baseado em pesquisas, em experiências, sei lá…Estou tão confusa…eu penso que nós já somos privados de tantas coisas na vida adulta e amamentar é algo que sei que traz felicidade para meu filho, então porque não posso amamentar até quando ele queira?

Adorei o flog!!! VOCÊS ESTÃO REALMENTE DE PARABÉNS!!!

Certa de que serei atendida, já agradeço!
Oi L.,

Minha experiência no dia-a-dia com a amamentação é muito parecida com a sua… E acredito que é igual à da maioria das mulheres. Primeiro sofremos pressão para casar, depois para engravidar, depois para amamentar, depois para parar de uma hora para outra e depois ainda vem a pressão para ter o segundo filho logo de novo!

Pessoalmente, acho que temos que olhar essas pessoas com uma certa compaixão, percebendo que elas provavelmente não estão realmente emitindo opiniões e pontos de vista, mas meros clichês e bobagens, falando no piloto automático dessa vida supostamente moderna.

Em relação ao tempo de amamentação, as Amigas do Peito estão aqui para apoiar e trocar experiências. Jamais aconselhamos alguém com frases do tipo: faça isso, faça aquilo… Cada família, cada dupla de mãe e filho tem o seu ritmo, os seus limites, os seus desejos e receios. Eu, pessoalmente, amamentei meu filho só no peito por quase seis meses, depois comecei um desmame bem lento e gradual que terminou quando ele completou dois anos e três dias. Foi a nossa experiência. Acabei seguindo mais ou menos o que recomenda a Organização Mundial de Saúde (6 meses de aleitamento exclusivo e complementado até 2 anos ou mais). Mas isso não é uma regra, nem vale para todas as pessoas. Cada nova mãe ou família que chega ao grupo conta uma história um pouquinho diferente e acreditamos que é importante respeitar essas diferenças.

Converse consigo mesma, com seu corpo, com sua família e principalmente com seu filhote. Vá testando aos poucos o que dá certo para vocês… Pelo jeito de escrever, parece que você não mora no Rio. Se quiser, nos envie o local que podemos sugerir um grupo de apoio na sua cidade. É muito bacana encontrar pessoas que estão passando pela mesma coisa que a gente.

Se puder, depois dê um retorno de como ficaram as coisas. Qualquer dúvida, escreva ou ligue para a gente. Um grande abraço,

Karina
Amigas do Peito

É verdade que após os seis meses o leite materno já não traz mais benefícios ao bebê?

20 \20e março, 2006

BOM DIA!!

Navegando na Internet me deparei com o esse excelente site e aproveitei para fazer o seguinte questionamento:

Tenho um bebê de 8 meses (27/10/2003), e ela ainda mama no peito, apesar de já tomar mingaus, sopinhas, sucos, etc…Já ouvi falar que com essa idade o leite materno já não traz tantas vantagens como antes, e que já não serve mais.

Pergunto: Essa informação procede? Caso afirmativo, como devo proceder para parar de vez com a amamentação? Já comecei a trabalhar e achei que meu leite secaria. Acontece que, quando não vou almoçar em casa meu seio fica tão cheio que chega a vazar. Estou sentindo muita dificuldade em parar a amamentação. Primeiro porque quando está comigo, minha neném não quer saber de mamadeiras, e segundo quando passo o dia fora de casa, o seio enche.

Gostaria muito de um retorno a respeito desses meus dilemas.

Atenciosamente,

J.

J, olá!

Bom saber que você ainda continua amamentando sua filha e embora a gente ainda escute dizer por aí que o leite materno não “serve para nada” após o 6º mês de vida, essa notícia não procede, não é verdadeira!

A Organização Mundial de Saúde preconiza a amamentação exclusiva (ou seja, somente leite materno) até o 6º mês e após este, a introdução de outros alimentos e, a continuação da amamentação por 2 anos ou mais…

Enquanto a amamentação está sendo prazerosa para a dupla “mãe/bebê”, por que temos que parar?

Já está mais do que cientificamente comprovado que o leite materno após os seis meses continua possuindo nutrientes importantes para os nossos filhos, além de fortalecer o vínculo mãe/bebê, de “saciar a fome emocional” do nosso filho, nos fazer bem etc, etc, etc…

Portanto, nós aqui das Amigas, acreditamos que não há leite melhor do que o nosso, em qualquer fase que o bebê esteja…

Um grande abraço,

Claudia Imenes
Amigas do Peito

Por que cada um dos meus peitos tem um leite com gosto diferente?

20 \20e março, 2006

Olá,

Meu bebê tem 7 meses e ainda mama, só que ele mama em um peito apenas, pois em um peito o leite é adocicado e no outro é salgado, meio amargo. O que pode ser? O que pode ter causado esse sabor diferente? Como posso mudar isso?

Abraços,

S.

Cara S.,

A diferença de gosto é por conta da diferença de produção. Quando há maior produção, são menos as células das bolsinhas que saem leite (ácinos) que se rompem dando este sabor, já que se rompem a toda hora para formar o leite (faz parte do processo). Quando o peito é pouco estimulado ele produz menos e há maior teor de celular se rompendo, só isto!!! Se você estimular as mamadas nos dois lados igualmente, o gosto se torna igual!!!. Mas nada faz mal nem dar um peito só, nem dar peito com gosto mais salgadinho…

Abraços,

Maria Lúcia
Amigas do Peito

Sofri uma crise nervosa. Como voltar a produzir leite como antes?

20 \20e março, 2006

Olá!

Que bom ter alguém para conversar nessas horas difíceis!

Tenho uma dúvida… Há alguns dias atrás passei um nervoso muito grande e fiquei doente, desde então meu leite está ficando cada vez mais escasso (meus seios estão ficando literalmente murchos). Minha filha está com onze meses e adora mamar no peito e eu tenho o maior prazer em amamentá-la. A pressão para que ela largue do peito é muito grande e acho que isto tem nos afetado bastante.

Estou tentando me acalmar para tentar reverter o quadro. É possível fazer com que meu leite volte a ser produzido como antes? Tenho medo que ele seque de uma hora para outra. Estou tomando uma vitamina (Materna), mas continuo na mesma.

Obrigada pela atenção!

Um abraço,

B.

Oi! B,

Nesta fase de amamentação, os peitos não precisam ficar turgidos nem cheios entre as mamadas. A produção se dá na horinha mesmo em que o bebê mama: ele estimula o peito com a abocanhadura, inicia a mamada, e os estímulos fazem com que as mamas comecem a produzir. Daí mais uns minutinhos o leite é liberado e sai.

O que muitas vezes acontece com o nervoso da mãe não é uma baixa de produção imediata, mas uma diminuição da liberação, já que a adrenalina atrapalha e desativa a ação do hormônio de liberação (ocitocina). Como o leite não sai o organismo lê que sobrou e não precisa produzir muito, e diminue a produção.

REVERTER este quadro é fácil; em primeiro lugar, sabendo o que acontece, e que quanto mais a criança mama mais estimula a produção e o hormônio de liberação. Bem, se é assim, por quê então não aumentar o número de mamadas, certo? Sim, isso pode ser feito enquanto desejamos voltar à produção anterior. Depois, deixar de se preocupar e se tranqüilizar em relação ao tempo de amamentação.

A Organização Mundial de Saúde preconiza que a amamentação dure 2 anos ou mais!!!! É importante que, se você deseja e se sente bem, amamente prolongadamente tanto para o bem da sua saúde, como para o bem da saúde da criança e seu desenvolvimento, e também pelo bolso da família que não precisará comprar alimentos específicos para bebê.

Importante também, é saber por quais razões as pressões estão sendo feitas para o desmame. As informações estão chegando a estas pessoas? São elas esclarecidas? Estão atualizadas? Estão preocupadas com o limite? Sabe, limite nós damos com ou sem amamentação, e amor pode ser também manifestado do mesmo modo, mas o peito pode ser também uma troca muito rica nos dois anos de vida.

Aguardamos suas notícias,

Maria Lúcia
Amigas do Peito

Mesmo sentindo dores, continuei amamentando e não me arrependo.

20 \20e março, 2006

Olá,

Sou F, tenho 23 anos, uma filha de onze meses e nove dias. Adorei o site, é muito legal tirar duvidas, ver depoimentos de mães…nota 10.

Tenho uma filhinha linda de onze meses que ainda mama no peito. No começo também foi super difícil para mim, passei 15 dias de muita dor. Recém nascida, só queria ficar no peito e um deles não formou bico, demorou uma semana para formar, então ela só mamava no peito direito, que machucou bastante e acabei tendo mastites.

Os dias eram terríveis… Todo o dia ela grudada no meu peito e eu com uma dor insuportável. Mas valeu a pena sentir toda a dor. Minha filha está bem e com muita saúde, e toda vez que eu amamentava sentindo dor olhava aquele rostinho lindo, aquela mãozinha pequenina apoiada no meu peito e aqueles olhinhos brilhantes lindos me olhando, eu só dizia que a amava muito e isso me ajudava, me dava forças para continuar.

Também recebi um apoio muito do meu marido. Toda vez que amamentava ele sentava do meu lado e segurava minha mão.

Sou uma mãe muito feliz, e adoro amamentar minha filha, é a melhor sensação que já senti em minha vida.

Um abraço,

F.

Cara F,

Pena que você precisou passar por uma fase de sofrimento. Mas saiba que é evitável… Da próxima vez vamos dar uma olhada em como está a pega da criança, ver se houve algum desgaste da pele do peito antes de amamentar (uso de cremes, fricções etc).

Basta o sol para tonificar o bico, e assim mesmo por pouquinho tempo! PARABÉNS! E que vocês mantenham a amamentação com este paizão por mais um ano e pouco, pelo menos!!!

Abraços e muito orgulho de mais uma companheira estar levando adiante esta melhora de vida!

Maria Lúcia
Amigas do Peito

Menstruar influencia na quantidade de leite que produzo?

20 \20e março, 2006


Olá, Amigas!

Meu nome é R, sou mãe de João Eduardo, com sete meses de idade e, gostaria primeiramente, de agradecer a força que as Amigas do Peito me deram nos primeiros dias de vida do meu filhote, já que o leite demorou a descer e eu tinha plástica de busto.

Após insistência de dias inteiros consegui produzir leite.

Agora, gostaria de saber se o fato de ter menstruado fará o meu leite secar, sendo certo que o volume de mamadas do João caiu muito em razão da introdução dos alimentos sólidos.

Obrigado,

R.

R,

O que faz secar o leite é não dar de mamar!

Com a menstruação pode diminuir um pouco durante a descida das regras, mas nada que seja problemático. Manter um número razoável de mamadas e ir diminuindo aos pouco faz a adaptação da amamentação exclusiva até os seis meses e o desmame completo por volta de dois anos. Esta fase de introdução a alimentos sólidos que é o início do desmame, é sempre um ponto de adaptação a um novo ritmo de produção de leite, o que em absoluto significa que ele seque.

Significa, isto sim, que o peito produz o quanto é preciso!

Abraços,

Maria Lúcia
Amigas do Peito


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.