Depoimento 3 – Preconceito contra a amamentação prolongada.

Olá,

Meu nome é Renata Fiser, tenho 29 anos, sou designer. Tenho um filho de um ano e três meses e ele adora mamar. Mama muito. Ele é bem grande. Parece um menino de dois anos. Não tenho vontade de tirar o peito por enquanto. Gostaria que ele sentisse a vontade de parar sem eu participar, mas acho meio dificil, pois vivemos em uma sociedade maldosa e preconceituosa cheia de pessoas perversas.

Cheguei até a escutar que era assédio sexual dar de mamar tanto tempo: INACREDITAVEL! E pior era a mulher do meu pai, uma pessoa esclarecida, de boa formação. Outro fato triste foi em Fortaleza onde passei dois meses com meu filho que tinha apenas 11 meses e todas as mulheres da familia do pai do meu menino achavam o maior absurdo ele estar mamando ate 11 MESES. Tiro que pessoas como essas vivem sem aprender muita coisa da vida. Tenho um prazer inenarrável em amamentar meu filho. Ele realmente se destaca das outras crianças da mesma idade.

Eu o tive em Chicago (EUA) onde fui orientada desde o primeiro dia de vida dele a amamentar, sendo que já tinha feito a minha opção antes do parto, e tenho certeza que fiz a escolha certa.

Agradeço a vocês por saber que existem. Isso me encoraja a quebrar a hipocrisia dessa sociedade medíocre e contaminada pelo sexo.

Renata Fiser

Renata,

É realmente incrível o que o preconceito e a falta de informação podem fazer. E há MESMO PSICÓLOGOS QUE ACREDITAM NESTA LINHA! Mas quem pode dizer que é ruim, que faz mal, que é errado? Só as cabeças podres!!! Tamos aí! Que tal aparecer em um grupo de apoio?

Abraços
Maria Lúcia
Amigas do Peito

Uma resposta to “Depoimento 3 – Preconceito contra a amamentação prolongada.”

  1. Loirinha Says:

    É isso aí Renata !!!

    Vamos todos acabar com o preconceito seja ele de que tipo for !
    Tenho apenas doze anos mas o suficiente para saber que o preconceito ainda existe !!!

    BjOsS

Os comentários estão desativados.


%d blogueiros gostam disto: