Devo dar papinhas de frutas antes dos 6 meses?


Olá!

Tenho uma filha chamada Maria Fernanda de 5 meses. Amamento única e exclusivamente no peito, e ela está pesando no momento 6,380 Kg. Do segundo para o terceiro mês ela engordou 1,100 Kg. E do terceiro para o quarto apenas 140 gr. Mesmo tendo engordado pouco neste mês, ela estava dentro do peso conforme a gente vê por aí nas tabelas. E todos que olham para ela dizem que ela está bonita e até gordinha.

Graças à Deus desde que nasceu nunca me incomodou nem com um resfriado…tudo indica que tem muita saúde. Creio que no mês que ela ganhou pouco peso foi por causa de uma diarréia que teve durante uma semana.

Bom, por causa disso, seu pediatra mandou incluir na sua alimentação papinha de fruta. Não segui a indicação, continuando só com o peito, pois ao meu ver em time que tá ganhando não se mexe. Digo isso porque ela está saudável. E quero amamentá-la só no peito até os 6 meses.

Bom….agora do quarto para o quinto mês ela engordou 400 gr. E o pediatra mandou incluir além da papinha (que eu nem estou dando), papa salgada, e pior, mandou eu dar leite artificial.

Ela continua dentro do peso normal para a idade dela, está com saúde e tem que se ponderar também que eu sou magra e meu marido também, o que com certeza deve interferir na genética dos filhos. Continuo batendo o pé e não dando nada mais além do meu leite, pois tenho em abundância e minha filha se mostra satisfeita, ou seja, não dá indícios de estar passando fome. A única coisa é que no mês que ela engordou bastante e até ficou um pouco acima do peso, é porque ela era mais gulosa. Agora ela parece estar mais tranquila, mamando o suficiente para se sentir saciada.

Quero um conselho, uma opinião….será que estou agindo errado? Minha intuição de mãe diz que estou certa, mas o pediatra manda fazer outra. Porém, acho o cúmulo dar leite artificial se tenho leite suficiente para alimentar minha filha e se ela está dentro do peso.

Acho que este médico está inseguro e talvez está agindo por precaução com medo de que ela venha a cair no gráfico de peso. Falo isso porque tento entender o ponto de vista do pediatra. Posso estar errada também e por isso estou aflita e pedindo um conselho para vocês.

Obrigada,

G.


Oi G.,

Parabéns pela filhinha Maria Fernanda e também pela sua força!! É de pessoas assim que o mundo atual está precisando! Somos tão massacradas o tempo todo com esses modelos — de corpos magérrimos, de roupas novas, de consumismo (até de comidinhas enlatadas para crianças!) — que às vezes esquecemos das coisas simples da vida.

Amamentar é assim: simples, de graça, não polui o meio ambiente, traz força física, espiritual e emocional para todos (mãe, bebê, pai, família e toda a sociedade). Para que inventar problema onde não há?

Eu, todas as Amigas do Peito e as pessoas de bom senso dessa vida só temos a te dar os parabéns e o apoio para que você siga no seu caminho, descobrindo e tomando as decisões que você, sua família e sua filha acham que é a melhor naquele momento.

O seu leite, além de ser o melhor alimento que existe na face da terra para a sua filha, ainda lhe proporciona inúmeros benefícios físicos, cognitivos, motores e emocionais. Essas proteções também valem para a mãe que amamenta! É só você dar uma pesquisada na Internet para ver que os benefícios da amamentação não se esgotam na parte nutricional.

Se você confia no seu pediatra, procure conversar e saber o porque de tantos alimentos extras. A própria Organização Mundial de Saúde recomenda amamentação exclusiva até os 6 meses. Se você está insatisfeita, procure ouvir a opinião de outro pediatra. Quanto às tabelas de peso, há uma grave distorção, pois elas levam em conta todos os bebês, sendo que a maioria, na idade da sua filha, já está tomando mamadeira. Pode até ser mais gordo, mas será mais saudável?

Se você mora no Rio, venha numa das nossas reuniões. É um papo muito legal.

Um grande abraço,

Karina
Amigas do Peito

Anúncios

Tags:


%d blogueiros gostam disto: