Meus seios doem e ardem muito ao amamentar. O que fazer?

Amigas do Peito,

Estou com um bebezinho lindo de 44 dias de nascido. O seu nome é Gabriel e estou tentando amamentá-lo desde o nascimento. Ele, no início, nao tinha uma boa pega mas agora já está tudo bem. No entanto, meu seio continua doendo muito e ardendo. Já fui ao médico, que insiste em dizer que é problema de pega. Através de uma orientação de uma enfermeira especializada em amamentacao, recebi orientação, mas o problema continua. Vocês têm alguma sugestao a mais sobre o que pode estar causando tanta dor ao meu ato de amamentar?

Estou complementando a alimentação dele com leite Nan, pois não aguento a dor. Ele mama até eu não aguentar mais. Isso pode prejudicar ainda mais a amamentação natural?

Agradeco a ajuda com os esclarecimentos e sugestões,
J

J.,

Alguns fatores podem estar influindo para que aconteça esta dor. Além da má pega, que muitas vezes é uma maneira discretamente enviezada de mamar ou uma torção no corpo do bebê que não fica diretamente voltado para a mãe, há a colocação dos dedos em forma de tesoura, para “não deixar a criança sufocar”, como se diz. Isto é um tremendo impedimento a uma boa pega. Este ato traciona a pele da mama. Para o bebê, parece que ele vai perder o bico, e aí ele morde com as gengivas para prender.

De todo modo, o uso de mamadeira, chupeta e outros bicos de silicone e borracha podem provocar um fechamento da boca de forma diferente da pega da mamada no peito, o que também causa dor. Há ainda a possibilidade da monilíase, que muitas vezes acontece na gravidez e fica ainda um tempo depois, não só lá embaixo como nos mamilos.

Se estas coisas estão corrigidas e permanece a dor, que tal dar uma chegada num de nossos grupos de apoio para um contato ao vivo?
Até lá, abraços,

Maria Lúcia
Amigas do Peito

Anúncios

Tags:


%d blogueiros gostam disto: