Minha filha fica agitada no peito, recusa e chora… O que eu faço?

Olá!
Estou com um probleminha e gostaria de saber se vocês podem me ajudar. Minha filha de um mês e dez dias tem recusado meu peito de uns tempos para cá. Isso não acontece em todas as mamadas (ela mama de duas em duas horas), mas há cerca de uns quinze dias isso vem acontecendo, principalmente em suas mamadas noturnas. Ela pega o peito e depois de alguns segindo recusa e chora muito (principalmente o esquerdo). Já notei também que às vezes ela engasga, como se o fluxo de leite fosse muito grande. Mas tem hora que desconfio que o choro é pelo motivo oposto (tenho a impressão que o leite demora a sair. Estou extremamente confusa e o pediatra dela, Dr. P. S., recomendou que eu fizesse uma experiência de tirar um pouco de leite e tentar dar um peito e depois passar para a mamadeira. Tenho medo de fazer isso e ela nunca mais querer mamar no peito. O pior é que se ela não mama, ela não dorme e ficamos as duas exaustas. O que faço? Quanto tempo dura uma reunião das Amigas do Peito?
Atenciosamente, L.

Cara L.,

Sem ver o que acontece fica difícil dar uma dica, mas vamos lá:em primeiro lugar seria importante você ir com a neném a uma reunião das Amigas do Peito pois assim nós podemos dar uma olhadinha nela, na mamada, e quem sabe tirar uma casquinha de colo para matar a saudade dos nossos bebês que cresceram? Uma reunião dura quanto tempo você puder ficar, embora o papo seja de cerca de 2 horas.

Segundo: estas mamadas da noite, muitas vezes nos pegam cansadas e, nós, agitadas, somos causa de irritação para o bebê. Muitas vezes o bebê tem “anteninhas” que parecem captar nossa ansiedade, nosso medo que chore e parece que aí mesmo é que a coisa desanda. Você pode seguir o conselho do pediatra até a parte de ordenhar, e dar o peito mais vazio um pouco, favorecendo a pega ( o bico fica mais macio) e dando a chance de que o leite flua mais rapidamente. É que acontece isto mesmo, com o passar do tempo, o peito aprende a fazer o leite na horinha da entrega, quando a boquinha da “consumidora” está puxando. Só qe não é botão de eletricidade e custa uns minutinhos a sair – daí que a impaciência bate e pode acontecer uma crise de choro e protesto. Claro que você pode acalmar a gulosinha com cantigas e uma conversinha de fala mansa até a descida do leite se dar, mas o difícil é não embarcar na ansiedade no final do dia. Mas vamos lá, quase todas nós passamos por isto e com o apoio das amigas conseguimos ir adiante. Você vai ver que dá para contornar.

Aguardamos você na reunião, abraços,
Maria Lúcia
Amigas do Peito

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: