Pai pergunta: como aumentar a produção de leite e evitar o desmame?

Bom dia, Amigas,

Venho com uma dúvida. Meu bebê está começando a rejeitar o peito da minha mulher. O que acontece?

Minha filha (Larissa) chorava no 7º dia de vida. O pediatra disse que era fome. Tudo bem. O mesmo receitou um complemento alimentar.

Não damos esse complemento toda hora, só quando ela não quer o peito. Ela fica mordendo, se balançando quando o peito não está muito cheio.

Pensamos que era cólica, mas parece que não. Quando o peito da minha mulher está bem cheio ela se alimenta com facilidade e não reclama. Não fica mordendo e nem chorando, mas quando não está muito cheio parece que ela encontra uma certa dificuldade em mamar e fica dando show até machucar minha mulher e darmos o leite em pó.

O que podemos fazer para minha filha não largar o peito de vez? E para minha mulher conseguir ter mais leite num espaço menor de tempo?

Aguardo o retorno.

Atenciosamente,

S.

S.,

Super bacana esse apoio que você está dando para sua esposa! É disso que muitas mulheres precisam – apoio, incentivo, carinho e respeito!

Bom, o seu caso, é bem parecido com o meu – minha filhinha Joana, que está com quase 4 meses, também reluta no peito, quando ele está mais vazio. Bom, passei também com ela, por um período curto de complementação e, após ele mamar alguns dias na mamadeira, ela começou a estranhar o peito. Aí então, passamos a oferecer numa mamadeira chamada biberão – tem uma colher, ao invés de um bico de mamadeira e Joana aceitou muito bem. Passei a tomar banhos de sol nos 2 peitos por 15 min, a fazer compressas mornas nos 2 peitos também pela mesmo tempo, ingerir pelo menos 3 litros de água por dia, diminuí os espaços das mamadas da Joana (só não a acordava à noite – deixava ela fazer o ritmo dela, mas, durante o dia, eu oferecia de 2 em 2 horas), retirar um pouco de leite antes dela mamar e oferecia o complemento no biberão (as compressas, o sol e a ida dela ao peito várias vezes , fazem aumentar a produção de leite).

Caso não encontre o biberão, ofereça numa colher pequena ou num copinho – no início será derramado muito leite, mas depois ela e vocês conseguirão se acertar. A retirada do leite antes dela mamar, era para que ela mamasse o leite final- que é rico em gorduras (além de saciar a fome, faz o bebê engordar).

No meu caso, eu me neguei a dar o volume que a pediatra sugeriu, dava somente 30 ml e geralmente à noite ou de madrugada. Durante o dia, era só o peito. Quando ela gritava muito, eu a distraía, trocava fraldas, cantava e até chorava junto também! Passava para o outro peito e tentava novamente.

Conversei bastante com ela acordada ou dormindo, dizendo que queria amamentá-la, porque para todos nós ia ser muito melhor!

E olha, deu super certo!

Em 15 dias, ela quase dobrou o peso e ficou somente no peito; ainda hoje , ela gosta do peito bem cheião! Mas ele só fica assim na madrugada, durante o dia ele enche, mas não como ela gosta!

Torço para que possamos ter ajudado.

Se possível, compareçam à uma de nossas reuniões (se morarem no Rio!) vejam no nosso site : http://www.amigasdopeito.org.br ou nos telefone!

Claudia Imenes
Amigas do Peito

Anúncios

Tags:


%d blogueiros gostam disto: